Luís de Sousa – Transparência Internacional

Intervenção de Luís de Sousa do capítulo português da Transparência Internacional a 30-out-2010 na Universidade Lusófona do Porto. Na primeira parte da sua intervenção, Luís de Sousa fala sobre a história da Transparência Internacional, qual o contexto em que apareceu e quais os objectivos que pretende atingir.

Podem descarregar o programa directamente ou subscrever o podcast.
Duração Total: 20:00

Criada em 1993, a Transparência Internacional é uma rede internacional de ONG e associações cívicas que têm como objectivo combater a corrupção.
Surgiu num contexto de expansão global da democracia pós guerra fria numa altura em que a corrupção começa a ser um tema global
Tem como prioridades globais, entre outros, o combate à corrupção política e escrutínio de contratos públicos.
Disponibiliza há bastante tempo alguns indicadores que permitem fazer um melhor acompanhamento destes temas como o índice de percepção da corrupção, índice de transparência da comunicação social, etc.

Esta palestra faz parte do Ciclo de Seminários do Instituto de Estudos Eleitorais.
O Instituto de Estudos Eleitorais da FCSH-ULP dinamiza um Ciclo de Conferências Anual. 2010/2011 é já o 5º ano consecutivo em que todos os últimos sábados de cada mês (Outubro a Julho) se reunem diferentes personalidades na ULP para discutir Ciência Política, Sistemas Eleitorais, Relações Internacionais e outras questões sempre selecionadas em função da atualidade e interesse dos temas para os alunos e docentes da licenciatura em Ciência Política e Estudos Eleitorais, mas também para os muitos interessados nestas temáticas, já que a participação é totalmente livre.
Consulte o programa completo do Ciclo de Seminários do Instituto de Estudos Eleitorais.

(imagem retirada do artigo do público “Especialistas debatem em Lisboa falhanço das agências anti-corrupção”)

Leave a comment.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.